ADUFPEL - Associação dos Docentes da Universidade Federal de Pelotas

Logo e Menu de Navegação

Andes Sindicato Nacional
A- A+

Not��cia

Estudantes ocupam reitoria da UFFS contra reitor interventor

noticia

Foto: Pedro Pinheiro, para Desacato. info.

A nomeação de Marcelo Recktenvald fere a autonomia universitária e vai de encontro ao processo democrático do qual participou toda a comunidade acadêmica da Universidade.


Os/as estudantes mantêm a ocupação da reitoria do campus Chapecó (SC) da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) contra a nomeação ilegítima do reitor Marcelo Recktenvald pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), terceiro colocado na lista tríplice. Cerca de 300 pessoas ocupam o local desde o dia 30 de agosto, após deliberação em Assembleia Geral estudantil, para pressionar o Ministério da Educação (MEC) a anular a nomeação e o reitor a renunciar.


Na noite de ontem (10), foi realizada uma audiência de conciliação, entre a equipe de Marcelo e o movimento “Ocupa UFFS”, sobre o pedido de reintegração de posse do prédio. No entanto, o encontro foi encerrado sem solução para o impasse. Uma nova reunião foi marcada para mais uma conversa entre as partes. 


Os/as estudantes reuniram-se após a audiência, em Assembleia Geral, e deliberaram que “o não reitor Marcelo Recktenvald e seu vice não estão autorizados a entrar na reitoria. Diferentemente deles, todos os outros funcionários têm livre acesso, incluindo a equipe de transição da gestão”, conforme nota publicada pelo movimento em rede social. A ocupação segue com aulas públicas todas as manhãs, ministradas por professores/as da UFFS, e com a programação da semana acadêmica do curso de Letras.


Entenda

O processo de escolha da composição da lista tríplice para a reitoria foi o segundo na história da instituição. A consulta prévia contou com quatro chapas inscritas e participação de mais de 6 mil pessoas. Marcelo teve apenas cerca de 21% do total de votos, ficando em terceiro lugar. O professor Anderson Ribeiro ficou em primeiro lugar, na votação que ocorreu no dia 6 de maio, com 54% dos votos válidos, e Antônio Andriole foi o segundo colocado, com 45%. 


Recktenvald Pastor é batista e conservador, e conforme seu perfil em redes sociais, o docente escreve mensagens que questionam a ciência por estar “aparelhada“. O novo reitor até então demonstrou estar disposto a se alinhar ideologicamente e a submeter a UFFS às imposições do governo federal para garantir sua nomeação. Além disso, deixou explicitou que pretende implementar o “Future-se” na Universidade, passando por cima do posicionamento da comunidade acadêmica.


Estudantes repudiam o Future-se também

A nomeação de Recktenvald é repudiada pela maioria dos alunos da UFFS. Os estudantes também manifestam-se contrários ao programa Future-se, que pretende submeter as universidades ao controle de Organizações Sociais (OS). Eles temem que a Universidade faça adesão ao programa. 


Sobre a UFFS

A UFFS tem seis campi no Sul do Brasil. Além de Chapecó e Cerro Largo, a instituição está presente em Erechim e Passo Fundo, no Rio Grande do Sul, e em Realeza e Laranjeiras do Sul, no Paraná. Ao todo são mais de 8.6 mil estudantes matriculados, divididos em 44 cursos de graduação, 15 mestrados e dois doutorados.


Assessoria ADUFPel

* Com informações de “Ocupa reitoria UFFS”, ANDES-SN e Rede Brasil Atual


Veja Também

  • relacionada

    Assessoria Jurídica do ANDES-SN analisa MP que suspende obrigatoriedade de dias letivos du...

  • relacionada

    Em Medida Provisória, governo permite corte de salário e suspensão de contratos por três m...

  • relacionada

    Entrevista: o papel do jornalismo em meio à pandemia de Coronavírus

  • relacionada

    MPF recomenda revogação dos efeitos da Portaria que amplia corte de bolsas de pesquisa

  • relacionada

    56 anos do Golpe. Para que não se esqueça e não se repita

  • relacionada

    Entrevista sobre uso de máscaras durante a pandemia de Covid-19

Newsletter

Deixe seu e-mail e receba novidades.