ADUFPEL - Associação dos Docentes da Universidade Federal de Pelotas

Logo e Menu de Navegação

Andes Sindicato Nacional
A- A+

Not��cia

Governo apresenta reforma curricular para ensino básico gaúcho

O governo do Rio Grande do Sul decidiu reorganizar os currículos do Ensino Fundamental e do Ensino Médio públicos das escolas estaduais. A mudança se deu por meio da Portaria 289/19, publicada no Diário Oficial em 27 de novembro. Os novos currículos diminuem o número de aulas de Filosofia, Sociologia, Artes e Educação Física e instituem a disciplina, sem ementa explicada, de Percurso de Vida.

A decisão do governador Eduardo Leite se deu em meio à maior greve dos professores e funcionários de escola do estado dos últimos anos, sem um mínimo debate com as comunidades acadêmicas afetadas. A Portaria 289/19 segue os parâmetros das Bases Nacionais Comuns Curriculares (BNCC) do Ensino Fundamental e do Ensino Médio, instituídas, respectivamente, em 2017 e 2018.

As BNCCs e os novos currículos do ensino público gaúcho priorizam o ensino de Português e Matemática em detrimento de outras disciplinas porque são as áreas avaliadas em provas internacionais, como a PISA, da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Em troca, deixam de lado o aprendizado de áreas importantes para o desenvolvimento humano, como Artes, Educação Física, Sociologia, etc. 

Com a reforma curricular, Eduardo Leite coloca o risco o emprego de milhares de professores contratados, que viram suas disciplinas terem a carga horária drasticamente reduzida. Além disso, o governo aumentou a hora-aula de 50 para 60 minutos sem prever aumento salarial, acabando com os já poucos 10 minutos que os professores tinham entre as aulas para preparar conteúdo.

Veja os novos currículos:




Leia mais:

Cartilha do ANDES-SN sobre Projeto do Capital para a Educação

Cartilha do ANDES-SN sobre a Reforma do Ensino Médio

Assessoria ADUFPel



Veja Também

  • relacionada

    GTPE da ADUFPel realiza nova reunião no dia 25 de maio

  • relacionada

    Entidades reivindicam à reitoria da UFPel medidas sanitárias eficazes para o retorno prese...

  • relacionada

    Entidades do Setor da Educação se reúnem sábado (21) para discutir mobilização nas IFE

  • relacionada

    Câmara aprova texto-base de projeto sobre educação domiciliar

  • relacionada

    Comunidades acadêmicas da UFSM e da UFOP protestam contra racismo nas universidades

  • relacionada

    Assembleia da ADUFPel não deflagra greve agora, mas sinaliza conjunto de ações para fortal...

Newsletter

Deixe seu e-mail e receba novidades.